sábado, 30 de novembro de 2013

Modelo nu




Modelo nu


Sublime, sem limite, além da linha,
o Cristo nos instiga, que se dá
em dor, como um alarme, campainha
de luz, e, em semelhança do que há


de doce, vem das ramas, vem da vinha,
o sangue dessedenta, seu maná
magenta, nutrição que não definha,
faz bem ao coração, lalalaiá.


Aos poucos, com carinho, se esculpindo;
dos cravos e da cruz, vai se despindo,
liberto de sofreres, se recria.


Desnuda-se de tudo que se acaba,
desnudo por completo, não se gaba,
abraça-nos a todos, alegria.


*** Arte: Tonho Oliveira.

Share |

4 comentários:

byTONHO disse...



Excelente!
Abraço-tchê!

:o)

BAR DO BARDO disse...

O seu trabalho é inspirador, Tchê Tonho! Abraço!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Tonho e Henrique,

Um trabalho neo-renascentista pós-moderno? Um divino enlace, a Beleza pura! Gostei.

pax et bonum
Marcos

BAR DO BARDO disse...

f'lou, mask