sexta-feira, 18 de maio de 2012

Diálogo


Img in Favim.com


Diálogo

Escrevo… Por que escrevo? Se não for
por nada, por infância, por tramoia;
por sim, por uma síndrome, por noia,
ou, exibicionismo de um ator?

Palavra por palavra, a meu dispor,
componho mais um texto que se apoia
no fato de que o leiam e destrói a
tortura de ser cult e sem leitor.

Portanto, se me leem, eis o motivo,
escrevo por leitura, parceria,
um outro que interaja, que, cativo

das letras em silente gritaria,
liberte-se nas linhas por que vivo.
Assim dialogamos... Quem diria?...

***
Share |

12 comentários:

Adriana Godoy disse...

Embora nem sempre consiga apreender totalmente seus versos, sinto-me dialogando com o mestre já que sou uma que nunca deixo de o ler.

Beijo

BAR DO BARDO disse...

Agradeço o fato da leitura - que já é muito, e bastante, a meu ver.

Adriana, sabe você que também aprecio sua literatura.

Beijo!

Ana Ribeiro disse...

Traduzir-nos todos. Eis seu motivo, poeta.
Abraço,
Ana Ribeiro

BAR DO BARDO disse...

Ana,

esse "nos" é fundamental a esse tipo de tradução.
Felicidades!

Carla Diacov disse...

EITA! VENHA NOS VISISTAR NA CASINHA NOVA!
(CISA NEM TRAZER TAIÉ!)
http://pramimidormir.blogspot.com.br/
FIRME? Ô É NUVÉ?

BAR DO BARDO disse...

Fui lá, Carla.

Inusitado, mas é o que é.

Marcelino disse...

Precioso exercício de metalinguagem, bardo. Gostei muito. Vc tem meu email, assim q chegar a hora de eu ler teus cem sonetos, dá um toque.

BAR DO BARDO disse...

Marcelino,

agradeço pela leitura modelar.
Aviso, sim!

Abraço!

betina moraes disse...

bardo,

(gostei imenso da foto)

o grande diálogo aqui é o seu com as letras. capacidade sem questionamentos, seu talento é definitivo.

precisamos conversar sobre o teu livro, te falo via facebook. :)

abraço!

BAR DO BARDO disse...

eleonora,

grato pelas palavras!
namaste!

byTONHO disse...



Dia a dia, "log...amos"!
Disseste!

Oh not!

:o)

BAR DO BARDO disse...

dia

logismo