domingo, 10 de março de 2013

Professor Finório



Professor Finório

O professor Finório conheci,
docente de primeira, conhecido,
um outro não sabiam, mas, aí,
fui dado a conhecer, um mais sabido,

sabido ou sabichão, o ser em si,
ao chão vão seus alunos, convencido,
pisava com sadismo: porque vi,
confirmo-lhe a doença de bandido.

Com mil publicações, PhD,
Finório professor, tão laureado,
exímio palestrante, se você

fizesse menos cena no tablado,
se fosse mais humano, já se vê,
seria mais comido, bem amado!

*** De quem será que o sujeito lírico fala?...
*** Imagem in Discovery education.
*** Download my book here.

Share |

4 comentários:

Marcelino disse...

Muito bom, Bardo. O continente e o conteúdo tão bem casados, tão antenados com nossa realidade - como era de se esperar em textos bebidos no teu bar. Humor, finezas e realidades: tudo conectado.

Eleonora Marino Duarte disse...

Henrique,

de que fala o poeta?

fala da prepotência alheia, mas com toda a absoluta fineza que lhe é peculiar.


Um beijo..

PS: tentei D do seu livro, "99..." mas não consegui, ...

vou ver o que falta aqui no meu pc para poder baixar.

beijo II.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Chique e joiado.

Bessa disse...

Salve, Henrique!

bom rever tuas letras, teus sonetos (parfois) assaz irreverentes. Grande talento.

Abraço,
André