terça-feira, 12 de junho de 2012

Dos namorados




Dos namorados

Namoram-se faz tempo, sem um basta
prosseguem nos carinhos, nos olhares,
nas coisas de casal, que o cineasta
encena nos seus filmes, similares,

e grana e estatuetas e devasta
nos ganhos do cinema d’além mares...
Voltando aos namorados, não se afasta
a mão do sumo pêssego, solares,

os seios de quem ama, com fluência;
o sangue que é vermelho no seu fervo
revolta-se e, revolto, tem urgência,

desata-se de súbito do nervo
à carne das entranhas, em essência
de estrelas, e se alastra pelo acervo.

*** Para a minha namorada, a Bete.
Share |

12 comentários:

Adriana Godoy disse...

Eta, feliz dia pra vc e sua com-sorte! Beijo

BAR DO BARDO disse...

Adriana,

felicidades também para Usted e para o seu amado!

Beijo!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Henrique,

Este ficou um pouco complexo para mim. Vc entrará para a história como o cronista em soneto do século 21. É muita facilidade para escrever.

BAR DO BARDO disse...

Satoru(i),

para a história entraremos os dois.
Mas eu preferiria entrar, como um anômalo, para a teoria literária. Sonhar, para mim, não custa nada...

Obrigado!
Abraço!

byTONHO disse...




Antigamente (35 anos atrás, ops! Ui!)...

Visitava-se a namorada nas quartas, sábados e domingos... era dia de namorar e "dedear", muito raro passar disto.
Depois de "dedear" e muitos beijos, voltava-se para casa, com aquele sorriso desenhado na cara e 'cheirando o dedo'!

Ah! ah! ah!

Ena.HUMOR.ados!

Oh not!

:o)

BAR DO BARDO disse...

Meu Deus, Tonho,


quantas re(ve)lações...
E você chegou a lavar o dedinho, ou ainda está no jeito?...

Abraço, seu doido!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Satorui?, não fresqueia, te fecha, gaúcho! hahaha

BAR DO BARDO disse...

satori
satoru

zen

equilíbrio

namaste

only sacred

Pólen Radioativo disse...

Causou-me até um alvoroço.
Felicidades pra ti, Henrique. Bom demais ler-te.

BAR DO BARDO disse...

grato, pólen!

é bom comover as pessoas.

seja feliz!

Nanna disse...

sou mto mais esse dia do q o natal eheheh

BAR DO BARDO disse...

Nanna,

eu e a Bete acordamos junto!
Felicidades!